Português Italian English Spanish

Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja do CESB obteve resultados impactantes, mesmo com Safra 21/22 repleta de adversidades e altos custos

Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja do CESB obteve resultados impactantes, mesmo com Safra 21/22 repleta de adversidades e altos custos


Produtor de SP é o campeão nacional, com produção de 126,85 sacas por hectare, comprovando que é possível atingir elevados índices produtivos, mesmo em períodos não tão favoráveis para as práticas agrícolas

A safra 21/22 entrará definitivamente para a história. Não somente por conta das adversidades, como escassez de chuva, pouco enchimento de grãos, custos dos insumos muito superiores ao esperado, falhas na germinação e abortamento de flores, mas também pela superação protagonizada por muitos produtores rurais. 

Os impactantes resultados obtidos no Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja confirmaram esse cenário. O produtor rural Matheus Leonel Nunes Alves, da Fazenda São João, de Pilar do Sul (SP), junto de seu consultor técnico, Rafael Antonio Campos de Oliveira, foram os grandes campeões nacionais e vencedores da região Sudeste desta iniciativa do CESB, com uma produção sustentável e altamente estratégica de 126,85 sacas por hectare.

De acordo com Leonardo Sologuren, presidente do CESB, esse excelente desempenho pode ser atribuído a utilização de boas práticas agrícolas, com a plena e sólida valorização do ecossistema produtivo. “Alguns pontos, como manejo correto do solo, utilização correta dos nutrientes e preservação de aspectos ambientais, contribuíram para que esse resultado fosse alcançado”, observa. 

Todos os vencedores do Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja foram anunciados durante o Fórum Nacional de Máxima Produtividade de Soja, evento que ocorreu no dia 23 junho, com transmissão ao vivo e simultânea pelos principais canais de TV e redes sociais do agronegócio no Brasil. 

Do Rio Grande do Sul, mais precisamente da cidade de Arroio Grande, veio o campeão nacional da categoria irrigado. O produtor rural Eduardo Burck de Sousa Costa, seguido do consultor, Lucas Jackson de Souza, conquistaram o primeiro lugar na categoria, com 117,41 sacas por hectare. 

Na categoria sequeiro, os vencedores da região Centro-Oeste, foram Rodolfo Paulo Schlatter (produtor) e Fabiano Müller, ambos da propriedade Fazenda RS, localizada em Chapadão do Céu (GO), com 117,14 sacas por hectare. 

Os destaques da região Sul, na categoria sequeiro, ficaram para o produtor rural, Eder Leomar dos Santos e para o consultor, Francisco Giudice Azevedo, da propriedade Granja V.P.S, da cidade de Camaquã (RS), com 114,80 sacas por hectare. 

Da região Nordeste, na categoria sequeiro, e, pela terceira vez campeões do CESB, o título volta para as mãos do Grupo Gorgen e de seu consultor, Edinei Fugalli, com uma produção de 114,32 sacas por hectare, na Fazenda Barcelona, localizada em Riachão das Neves (BA).

Já para a região Norte, que nesta edição concorreu de forma, inédita e exclusiva na categoria sequeiro, o destaque do primeiro título da região foi para Bertão e Azevedo Produção Agrícola LTDA e o consultor, Murilo Olympik Bortoli Munarini, que obtiveram a importante marca de 90,34 sacas por hectare no Sítio Bom Futuro, em Castanheiras (RO).

Nilson Caldas, diretor de marketing do CESB, observa que mais uma vez o Desafio cumpriu seu grande objetivo ao estimular uma forte e constante troca de conhecimentos, teóricos e práticos, entre todos os que participam do significativo e consistente ecossistema da soja. “Parabenizo a todos os participantes, produtores rurais e consultores, do Desafio. Os resultados obtidos comprovam que essa iniciativa já virou referência no ecossistema da soja”, pontua. 

Uma história de grande resiliência 

De acordo com Veranice Borges, coordenadora técnica do CESB, os produtores participantes do Desafio mostraram grande resiliência, realizaram replantios e redobraram a atenção em relação ao manejo para reduzir os custos de produção.

“Nesta safra, mais do que nunca, os produtores, consultores e patrocinadores mostraram confiança e entusiasmo com o Desafio de Máxima Produtividade do CESB. Ficamos honrados em poder incentivar essa cadeia produtiva e estamos nos preparando para reconhecer os produtores e consultores campeões dessa safra”, acrescenta.

Leonardo Sologuren, presidente do CESB, observa que o Desafio, que recebeu mais de 5.400 inscrições nesta edição, se firma ano a ano como uma real oportunidade para o agronegócio brasileiro utilizar ainda mais práticas sustentáveis de excelência no cultivo de soja, além de incentivar o compartilhamento de informações entre os agentes de todo o sistema produtivo.

“Essa empreitada ajuda os produtores a encontrarem maneiras de obter crescimento da produção de forma vertical, ou seja, visando o aumento da produtividade, de forma sólida, sustentável e rentável", pontua.

Auditorias garantiram total transparência 

Com o suporte da Somar – Serviços Agro, foram realizadas mais de 850 auditorias nas propriedades inscritas no Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja. 

De acordo com João Zorzeto, Coordenador de Desenvolvimento de Projetos da Somar – Serviços Agro, todo o processo obedece aos princípios de imparcialidade e igualdade na tomada das informações.

"Os sojicultores participantes possuem a isonomia de escolha das parcelas amostrais, definindo o local mais representativo que melhor expressa o potencial de sua unidade de produção, de acordo com as regras pré-estabelecidas pelo CESB para participação no Desafio. Todo processo de auditoria é documentado e rastreável com registro de imagens e filmagens, e cada regra é referenciada pelo auditor em Ficha de Campo. As informações vão para o memorial descritivo e, no final do processo, são compartilhadas via Relatório Digital".

O Coordenador de Desenvolvimento de Projetos da Somar – Serviços Agro acrescenta que o processo de auditoria é dividido em três fases, onde cada uma é caracterizada por elementos de avaliação e registro de informações.

"Na fase de pré-colheita, há a aferição de índices de desenvolvimento da cultura (stand, altura de plantas, avaliação de vagens). Já na fase de colheita, é realizada a medição de Área Amostral (2,5 a 10 hectares - em polígono contínuo) e o acompanhamento de operação. Por fim, na etapa de pós-colheita, fazemos a coleta de amostras, acompanhamento do carregamento, pesagem (balança tipo plataforma) e emissão de romaneio de classificação de grãos", detalha Zorzeto.

O CESB foi criado com o objetivo de oferecer um ambiente regional e nacional que estimule sojicultores e consultores técnicos a desafiarem seus conhecimentos incentivando o desenvolvimento de práticas de cultivo inovadoras.

Além do Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja, o CESB realizada o curso de pós-graduação EAD MTA Soja do Centro Universitário Integrado Campo Mourão, realizado em parceria com o CESB e com a Elevagro, com o intuito de promover conhecimento técnico de altíssimo nível, apresentando dados e estudos de produtividade obtidos pelo CESB, por meio de rigorosos protocolos e elevado nível de transparência. Com professores largamente experientes, o curso tem uma grade curricular que propicia ampla gama de conhecimentos teóricos e práticos sobre toda a cadeia produtiva da soja. É ideal para que produtores novatos ou experientes mantenham-se atualizados das inovações no mercado e estejam mais preparados para os desafios do setor, aplicando as melhores práticas em suas produções.

O CESB é composto por 19 membros e 27 entidades patrocinadoras: BASF, BAYER, SYNGENTA, UPL, JACTO, Mosaic, Superbac, Corteva, Eurochem, ICL, ATTO Sementes, Stoller, Timac Agro, Brasmax, Stara, Datafarm, Ubyfol, Fortgreen, KWS, Yara, Sumitomo Chemical, FT Sementes, Koppert, Massey Ferguson, Elevagro, Somar Serviços Agro e IBRA.

Mais informações pelo telefone: (15) 3418.2021 ou pelo site www.cesbrasil.org.br

Fonte: Ação Estratégica

Portal do Agronegócio 233/06/2022

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 

 

Booked.net
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sinop
Quarta-Feira, 29
booked.net
 
+30
°
C
+31°
+23°
Alta Floresta
Quarta-Feira, 29

 

Booked.net - book your hotel here
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sorriso
Quarta-Feira, 29
Booked
 
+25
°
C
+28°
+22°
Lucas do Rio Verde
Quarta-Feira, 29

 

booked.net
 
+25
°
C
+25°
+19°
Mutum
Quarta-Feira, 29

 

Saiba mais: https://www.cepea.esalq.usp.br/br