Português (Brasil)

Com chuva, colheita da soja chega a 13,61% em Mato Grosso

Com chuva, colheita da soja chega a 13,61% em Mato Grosso

Climatempo emite alerta de temporais no estado para esta segunda-feira (30)

Compartilhe este conteúdo:

Mato Grosso colheu até o momento 13,61% da área destinada para a soja na safra 2022/23, um atraso de 18,21 pontos percentuais no comparativo com o ciclo passado. Segundo o Climatempo, as chuvas não devem dar trégua para os trabalhos nas lavouras nos próximos dias.

Produtores no estado afirmam estarem apreensivos com a qualidade dos grãos e o resultado final da safra, uma vez que umidade elevada e a baixa luminosidade também interferem no desenvolvimento das plantações, “alongando” o ciclo.

O estado na safra 2021/22 havia colhido 31,82% da área de soja, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), em acompanhamento de colheita divulgado na sexta-feira (27).

Entre os dias 20 e 27 de janeiro houve um avanço semanal de apenas 7,71 pontos percentuais na retirada da oleaginosa das lavouras.

Conforme o Imea, a região oeste é a mais avançada com 21,01% da área colhida, seguida do médio-norte com 19,64%, norte com 17,28%, noroeste com 13,41%, centro-sul com 11,98%, sudeste com 9,41% e nordeste com 3,61%.

Foto: Pedro Silvestre/Canal Rural Mato Grosso

Temporais são previstos para Mato Grosso

De acordo com o Climatempo, há alerta de temporais para Mato Grosso nesta segunda-feira (30), além de São Paulo, sul e oeste do Rio de Janeiro, centro-sul e Triângulo de Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal e em Mato Grosso do Sul. Temporais no Paraná, em Santa Catarina e no nordeste e norte do Rio Grande do Sul.

Em Cuiabá entre 9 horas do dia 26 e 9h do dia 27, conforme dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu 70,2 milímetros. Quantidade de água considerada elevada para um período de 24 horas. Em janeiro, até o dia 27, a capital mato-grossense registrava um volume acumulado de 260,1 milímetros de chuva, valor este que supera ligeiramente a média de chuva histórica para janeiro, que é de 238 milímetros.

Ainda segundo dados do Inmet, Nova Xavantina, região leste de Mato Grosso, acumulou 182,3 milímetros entre 9 horas do dia 26 e 9 horas do dia 27 de janeiro. No acumulado do mês já são mais de 541 milímetros, o dobro da média para o mês. Em janeiro de 2022 o município registrou um acumulado de 461 milímetros.

canalrural.com.br 30/01/2023

Compartilhe este conteúdo:

 

 

Booked.net
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sinop
Quarta-Feira, 29
booked.net
 
+30
°
C
+31°
+23°
Alta Floresta
Quarta-Feira, 29

 

Booked.net - book your hotel here
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sorriso
Quarta-Feira, 29
Booked
 
+25
°
C
+28°
+22°
Lucas do Rio Verde
Quarta-Feira, 29

 

 

Saiba mais: https://www.cepea.esalq.usp.br/br