Português (Brasil)

Déficit de armazenagem coloca em risco o abastecimento interno de grãos

Déficit de armazenagem coloca em risco o abastecimento interno de grãos

Compartilhe este conteúdo:

A estimativa de produção para a safra da soja e milho 2022/2023, será de 87,87 milhões de toneladas, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA). O país comemora a produção recorde da safra deste ano, mas esse crescimento esconde um problema crônico: a falta de espaço de armazenagem para os grãos dentro das propriedades rurais.

De acordo com dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e, considerando a estimativa de produção do IMEA para safra 2022/23, o déficit de armazenagem do estado permanece em patamar próximo a metade de tudo aquilo que produzimos de grãos, o que demonstra a urgência e relevância do assunto.

Foto: Reprodução

“Entra safra e sai safra e o problema só agrava. Maior produtor de grãos do país, Mato Grosso não tem como armazenar o que produz. Aprosoja-MT constantemente cobra do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAP) taxas de juros e volume de recursos adequados a atender pequenas e médias propriedades, mas a entidade também atua em fóruns permanentes que buscam fomentar instrumentos creditícios privados para fazer frente ao desafio que é o déficit interno de armazenagem”, enfatizou o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Fernando Cadore.

 Sem ter como armazenar a produção dentro das propriedades, os produtores rurais precisam colher a safra e entregar a um entreposto de recebimento, fundamentalmente empresas exportadoras. Esta enxurrada de oferta do produto no mercado concentrada em determinados períodos do ano derrubam a cotação do produto; aumentam os custos de frete rodoviário; geram pressão sobre a infraestrutura no momento em que as chuvas já castigam o asfalto, como consequência vemos um aumento significativo de acidentes com vítimas fatais, deterioração das estradas, e redução das margens aos produtores.

Área do algodão recebe reajuste no Mato Grosso

Outro efeito deletério da falta de armazém dentro das propriedades pode ser sentido pela sociedade durante as entressafras, a escassez dos produtos agropecuários mostra um contraste do país que produz excedentes, mas que volta e meia precisa recorrer às importações para atender a determinados mercados consumidores. A armazenagem dentro das propriedades é a causa do problema, e a chave para a solução, decreta Cadore.

Do ponto de vista de conscientização do setor, Cadore também ressalta os esforços da entidade para demonstrar a viabilidade da construção de armazéns dentro de propriedades de quaisquer dimensões, desde que corretamente dimensionados à necessidade do negócio. “Em 2021 a entidade lançou a campanha Armazém para Todos, iniciativa que reforça aos produtores a importância da armazenagem própria. Esta é, e continuará sendo uma prioridade para a Aprosoja-MT e para os produtores de soja e milho do estado de Mato Grosso”, finaliza Cadore.

Por Aprosoja.

agrnoticias.com.br 08/03/2023

Compartilhe este conteúdo:

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 

 

Booked.net
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sinop
Quarta-Feira, 29
booked.net
 
+30
°
C
+31°
+23°
Alta Floresta
Quarta-Feira, 29

 

Booked.net - book your hotel here
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sorriso
Quarta-Feira, 29
Booked
 
+25
°
C
+28°
+22°
Lucas do Rio Verde
Quarta-Feira, 29

 

 

Saiba mais: https://www.cepea.esalq.usp.br/br