Português (Brasil)

FAMATO ESPERA QUE UNIFICAÇÃO DE TECNOLOGIAS PROMOVA AGILIDADE NA VALIDAÇÃO DO CAR EM MT

FAMATO ESPERA QUE UNIFICAÇÃO DE TECNOLOGIAS PROMOVA AGILIDADE NA VALIDAÇÃO DO CAR EM MT

Atualmente 74 mil cadastros do CAR aguardam análise na base da Secretaria de Meio Ambiente do Estado

Compartilhe este conteúdo:

O presidente do Sistema Famato, Vilmondes Tomain, e representantes das entidades do setor produtivo rural de Mato Grosso participaram de uma reunião de trabalho, no dia 10 de março, com a Casa Civil e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), onde foram apresentadas a plataforma do Mapa do CAR e questões relacionadas às áreas consolidadas no estado. A discussão sobre o serviço Mapa do CAR já acontece com o setor produtivo, desde 2021, e agora o governo pretende unificar a ferramenta com a tecnologia de georreferenciamento com imagens de satélite das áreas consolidadas, o que consequentemente vai dar agilidade na validação dos Cadastros Ambientais Rurais (CAR).

Para o presidente Vilmondes Tomain, um dos maiores desafios que o proprietário de imóvel rural encontra hoje em dia é estar com toda a documentação relacionada a sua propriedade de maneira regular devido a burocracias e a morosidade nas apreciações. Atualmente 74 mil cadastros do CAR estão na base da Sema aguardando análise.

“Nós produtores queremos trabalhar na legalidade, entretanto é sabido que vários sistemas do Estado apresentam muitas inconsistências e, por isso, os produtores ficam impedidos de exercerem suas atividades por equívocos e intempestividades dos órgãos competentes, o que tornam a vida dos proprietários de áreas rurais cada vez mais complicada, disse Tomain.

A secretária de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti garantiu ao setor que a demanda é uma prioridade do governo. “É uma meta prioritária do Estado, pois entendemos a importância dessa matéria para a economia e a política pública ambiental de Mato Grosso. Esse é o nosso desafio diário e, para isso, contamos com a parceria do setor produtivo”, disse Mauren.

Por meio de imagens de satélite de alta resolução a plataforma desenvolvida pela SCCON – Tecnologia Geoespacial e Mapeamento via Satélite, deve atender as demandas de análises e conferência de áreas de uso consolidado, ou seja, desmatadas antes de 2008, referentes ao marco regulatório do CAR.



O secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho confirmou a importância da plataforma e reforçou que a base de georreferenciamento com imagens de satélite de alta resolução será utilizada pelo proprietário de imóvel rural (profissional contratado pelo produtor) e por quem analisa o CAR. O objetivo é que as imagens dos acervos da ferramenta sejam utilizadas pelo sistema Mapa do CAR, já utilizado pelos técnicos da Sema há pouco mais de uma não.

“A nossa expectativa é que a unificação das ferramentas venha realmente para somar e contribuir com a regularização ambiental das propriedades e/ou posses rurais e que não se torne mais uma limitação nas inscrições e análises dos CAR, já que sem o CAR o produtor fica impedido de acessar créditos rurais, contratar financiamentos e, entre outros”, disse Tomain.

O consultor do Instituto Ação Verde, Vicente Falcão, ao apresentar o sistema Mapa do CAR, destacou que a ferramenta vai resolver os conflitos de interpretação sobre a área ser consolidada ou não. "Além de trazer a qualidade ao profissional, ainda tem a nitidez da imagem das áreas esclarecendo os pontos importantes para a análise do CAR".

O sistema Mapa do CAR foi criado em 2021, é uma iniciativa do Instituto Ação Verde, com patrocínio da Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja-MT), Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira de Mato Grosso (Cipem), Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) e Instituto Mato-Grossense da Carne (Imac).

CAR - O Cadastro Ambiental Rural é um registro público eletrônico nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais, com a finalidade de integrar as informações ambientais das propriedades e posses rurais, compondo base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico e combate ao desmatamento.

A inscrição do imóvel rural no CAR é realizada por meio de sistema eletrônico e deverá ser feita junto ao órgão estadual competente, na Unidade da Federação (UF) em que se localiza o imóvel rural. Do Sistema Famato também participaram os gestores Tatiana Monteiro (Ambiental) e Rodrigo Bressane (Jurídico) e o superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Cleiton Gauer.

Fonte: DATAGRO

13/03/2023

Compartilhe este conteúdo:

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 

 

Booked.net
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sinop
Quarta-Feira, 29
booked.net
 
+30
°
C
+31°
+23°
Alta Floresta
Quarta-Feira, 29

 

Booked.net - book your hotel here
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sorriso
Quarta-Feira, 29
Booked
 
+25
°
C
+28°
+22°
Lucas do Rio Verde
Quarta-Feira, 29

 

 

Saiba mais: https://www.cepea.esalq.usp.br/br