Português (Brasil)

FPBio se manifesta a favor da continuidade do Programa Nacional do Biodiesel

FPBio se manifesta a favor da continuidade do Programa Nacional do Biodiesel

A Frente Parlamentar afirma que o percentual da mistura de biodiesel ao diesel fóssil é uma vantagem à agricultura familiar, beneficiada pelo Selo Biocombustível Social

Compartilhe este conteúdo:

A Frente Parlamentar Mista do Biodiesel (FPBio) do Congresso Nacional manifestou apoio às mais recentes falas de membros do governo Luiz Inácio Lula da Silva, em favor da continuidade e do fortalecimento do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB). Segundo a frente, o programa  contribui para a geração de empregos, o fortalecimento da economia e a descarbonização da matriz energética brasileira. 

A FPBio reforçou que o biodiesel, ao contrário do diesel fóssil, é um biocombustível limpo e renovável, e cuja queima produz pelo menos 80% menos emissões de gases de efeito estufa (GEEs). Considerando o tema ser transversal com efeitos em diversas áreas da economia e gestão, a FPBio avalia importante a coordenação do tema sendo feita pelo vice-presidente, que se soma aos esforços e análises das também pastas de Minas e Energia, Agricultura (Mapa), do Desenvolvimento Agrário (MDS) e Meio Ambiente e Mudança do Clima.

 

Carlos Fávaro, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, e Paulo Teixeira, ministro do Desenvolvimento Agrário, também defenderam o aumento da mistura de biodiesel por trazer significativos benefícios à sociedade, sejam econômicos, sociais e de saúde pública, uma vez que a adoção de combustíveis de matriz limpa e renováveis emitem significativamente menos materiais particulados.

A Frente Parlamentar afirma que o percentual da mistura de biodiesel ao diesel fóssil é uma vantagem não apenas à agricultura familiar, beneficiada pelo Selo Biocombustível Social, e às usinas em todo o país, mas a toda a cadeia produtiva desse biocombustível.

A FPBio defende que o percentual a ser definido pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), cuja decisão deve sair em março, seja compatível com a possibilidade da indústria e o interesse nacional, mesmo que de forma progressiva até B15, percentual de 15% ao diesel, previsto em lei.

“O Brasil tem imensas vantagens que devem ser aproveitadas com urgência. Para isso, é preciso ter uma estratégia nacional sólida que contribua para o enfrentamento dos desafios climáticos e estimule os investimentos em pesquisa, inovação e desenvolvimento de tecnologias sustentáveis. Este tem sido o papel da FPBio dentro do Congresso Nacional, ao defender ações conjuntas para que o Brasil possa liderar a discussão global pela economia de baixo carbono”, destacou a FPBio por meio de nota. 

canalrural.com.br 27/02/2023

Compartilhe este conteúdo:

 

 

Booked.net
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sinop
Quarta-Feira, 29
booked.net
 
+30
°
C
+31°
+23°
Alta Floresta
Quarta-Feira, 29

 

Booked.net - book your hotel here
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sorriso
Quarta-Feira, 29
Booked
 
+25
°
C
+28°
+22°
Lucas do Rio Verde
Quarta-Feira, 29

 

 

Saiba mais: https://www.cepea.esalq.usp.br/br