Português (Brasil)

Novo Zarc vai observar quantidade de água no solo

Novo Zarc vai observar quantidade de água no solo

Indispensável para contratação de seguro rural, novidade passa a valer para a próxima safra de soja 2023/24

Compartilhe este conteúdo:

Na próxima safra de verão, o produtor brasileiro de soja encontrará uma grande novidade na hora de contratar seguro rural. O Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) ferramenta que auxilia na gestão de risco da atividade agrícola, está mais refinado e agora passará a considerar também a quantidade de água disponível no solo. A mudança está prevista na Instrução Normativa nº 1, de 21 de junho de 2022, da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura e Pecuária e passa a valer no ciclo 2023/24, tendo a oleaginosa como primeira cultura a utilizar esses novos parâmetros.

Hoje o Zarc possui apenas três divisões conforme o tipo de solo, que levam em consideração a presença de argila (arenoso, médio, argiloso). Com a nova metodologia desenvolvida pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), serão seis subdivisões conforme a quantidade de água disponível. Esse processo permite aumentar a precisão das estimativas de risco hídrico. Conhecendo mais a fundo a composição do solo, sua capacidade de armazenamento de água e o histórico de chuvas naquela região, fica mais fácil calcular o risco de um sinistro naquela área.

“Vale lembrar que no último ciclo de verão (2021/22), houve quebra severa, principalmente na região Sul do país, por conta da seca. Dessa forma, colocar na equação a escassez hídrica é uma maneira de mitigar os riscos inerentes à atividade agrícola”, observa Leonardo Paixão, CEO da Sombrero Seguros, empresa que iniciou suas operações no ano passado mas que já conquistou o top 5 no ranking de maiores prêmios emitidos no setor agrícola.

Segundo Paixão, ao contemplar a capacidade de armazenamento de água no solo, o novo Zarc ajuda a determinar o melhor período de plantio para cada cultura. “Nesse primeiro momento será a soja, mas em breve diversas outras culturas poderão se beneficiar dessa nova metodologia. Quanto mais informação você tem, melhor vai ser a gestão de risco na sua propriedade”, observa o CEO da Sombrero.

Nesse novo cenário, o produtor precisará conhecer mais sobre o seu solo, de modo a fazer a classificação correta no zoneamento agrícola. Uma análise granulométrica pode ser necessária para determinar em qual categoria o produtor rural deve se enquadrar. Nesse novo critério são observadas as proporções de areia, silte e argila para calcular a quantidade de água disponível, que vai de 0,34 mm / cm-1 até 1,40 mm / cm-1 .

Zarc

O Zarc calcula o nível de risco do plantio de uma cultura em determinada área levando em conta o histórico climático daquela região. Na prática, o produtor informa o município, a cultura, a época em que deseja plantar e o tipo de solo e recebe um indicativo de risco que varia entre 20% e 40% (acima disso não se recomenda o plantio). Para isso é utilizado uma metodologia da Embrapa. No portal da instituição o produtor pode baixar o aplicativo “Zarc – Plantio Certo” que realiza esses cálculos.

Além de estar menos vulnerável aos riscos climáticos, o produtor que segue as recomendações do Zarc está apto a acessar os recursos do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) e do Programa de Subvenção ao prêmio do Seguro Rural (PSR). A rigor, muitos agentes financeiros se baseiam nessas recomendações para permitir o acesso ao crédito rural.

Fonte: Talk Assessoria de Comunicação

Portal do Agronegócio 28/02/2023

Compartilhe este conteúdo:

 

 

Booked.net
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sinop
Quarta-Feira, 29
booked.net
 
+30
°
C
+31°
+23°
Alta Floresta
Quarta-Feira, 29

 

Booked.net - book your hotel here
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sorriso
Quarta-Feira, 29
Booked
 
+25
°
C
+28°
+22°
Lucas do Rio Verde
Quarta-Feira, 29

 

 

Saiba mais: https://www.cepea.esalq.usp.br/br