Português (Brasil)

Pesquisa em MT investiga resíduos de peixe como fonte alimentar natural

Pesquisa em MT investiga resíduos de peixe como fonte alimentar natural

Objetivo do estudo visa construir uma alimentação mais saudável e minimizar a produção de resíduos nos frigoríficos

Compartilhe este conteúdo:

Otimizar e viabilizar a melhor utilização e aproveitamento de resíduos provenientes dos peixes nativos que passam pelos frigoríficos de Mato Grosso. Este é o objetivo de estudos que vêm sendo realizados pelo Núcleo de Estudos em Pescado (Nepes), da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Conforme a instituição de ensino superior, o intuito é aproveitar esse material que é descartado.

Os animais passam por um processo denominado “filetagem”, onde é separado o filé das demais partes, para que fique mais limpo para chegar à mesa do consumidor. Os espinhos, escamas, entre outras partes do peixe, serão os resíduos utilizados para o estudo.

Vinte e cinco mil alevinos são entregues para agricultores de MT

Na prática, a pesquisa realizada é sobre o Concentrado Protéico de Pescado (CPP), que é obtido desse material descartado, como explica a professora Luciana Kimie Savay da Silva.

“O CPP ainda não é utilizado no Brasil como alimento para consumo humano, e a proposta da pesquisa é compreender o comportamento dele como ingrediente para enriquecimento de alimentos convencionais, em uma matriz amilácea. Já temos resultados interessantes quanto à otimização do seu processo de obtenção, suas características nutricionais e tecnológicas”, ressalta a professora.

O projeto será desenvolvido pelo Nepes, que é composto por uma equipe de professores e alunos da graduação e pós-graduação dos cursos de Ciência e Tecnologia de Alimentos, Zootecnia e Veterinária da UFMT.

Mato Grosso busca formas de prevenção da salmonella em peixes nativos

Um dos membros do projeto é o professor Manoel Divino da Matta Júnior. Ele espera que futuramente os resultados dessa pesquisa possam ser utilizados para a produção de alimentos industrializados saudáveis.

“Esperamos que futuramente os resultados dessa pesquisa possam ser utilizados para viabilizar a produção de alimentos industrializados saudáveis. A elaboração de massas, como macarrão, e produtos de panificação (pães, biscoitos, cookies, e outros), com elevados teores proteicos poderá ser uma realidade, assim como a minimização da produção de resíduos no frigorífico”, explica o professor.

 

Editado por: Alexia Oliveira, de Cuiabá (MT)

*Sob supervisão de Viviane Petroli

canalrural.com.br 27/03/2023

Compartilhe este conteúdo:

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 

 

Booked.net
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sinop
Quarta-Feira, 29
booked.net
 
+30
°
C
+31°
+23°
Alta Floresta
Quarta-Feira, 29

 

Booked.net - book your hotel here
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sorriso
Quarta-Feira, 29
Booked
 
+25
°
C
+28°
+22°
Lucas do Rio Verde
Quarta-Feira, 29

 

 

Saiba mais: https://www.cepea.esalq.usp.br/br