Português (Brasil)

Sojicultores ganham mais tempo para se inscrever no Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja

Sojicultores ganham mais tempo para se inscrever no Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja

Inscrições da 15ª Edição, organizada pelo CESB, podem ser feitas até dia 15 de fevereiro

Compartilhe este conteúdo:

De Norte a Sul, Leste a Oeste, sojicultores fizeram um grande número de inscrições no Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja, transformando a 15ª Edição da iniciativa, realizada pelo Comitê Estratégico Soja Brasil (CESB), em uma grande vitrine nacional para questões associadas a produtividade, sustentabilidade e tecnologia.

Devido às chuvas, principalmente no Mato Grosso, considerado o Estado com maior produção de soja do Brasil, que afetaram o processo produtivo, e com o objetivo de ajudar os produtores desta oleaginosa a consolidarem as informações necessárias para participar do Desafio, o CESB optou por adiar o encerramento das inscrições para o dia 15 de fevereiro.

Para se inscrever, o sojicultor precisa acessar o site www.cesbrasil.org.br, seguir corretamente todas as instruções e preencher informações referentes à safra 22/23. O valor é de R$ 150,00 para inscrições não-patrocinadas e 100% gratuitas para inscrições que indicarem algum dos patrocinadores do CESB.

Após conclusão do Desafio CESB, todos os participantes receberão um laudo/relatório das áreas auditadas, contendo georreferenciamento da área auditada, descritivo do campo de produção, informações técnicas de manejo, registro fotográfico e informações adicionais (caso exista…), além de um certificado de participação, com sua classificação no Desafio CESB de Máxima Produtividade da Soja.

Em função das regras impostas pela LGPD, todos os participantes deverão renovar seus cadastros com o CESB. A renovação do cadastro contribuirá para o melhor controle em relação aos envios dos laudos técnicos e certificados emitidos pelo CESB e para uma maior segurança da informação, tanto dos próprios participantes, quanto do CESB.

Grande Novidade - A grande novidade deste ano é que todos os participantes serão contemplados com um ano de acesso gratuito ao software de agricultura de precisão e monitoramento SKYFLD®, que deverá fornecer uma infraestrutura para acompanhamento digital das áreas inscritas no Desafio, planejamento e documentação das atividades de campo, além de outras funcionalidades e soluções digitais que visam otimizar a produtividade.

De acordo com o gerente Global de SKYFLD®, André Salvador, a parceria com o CESB propiciará que, de forma ágil e precisa, um número maior de sojicultores monitorem suas lavouras, planejem suas atividades semanais e compartilhem informações com sua equipe de confiança. “O SKYFLD® fornece uma infraestrutura digital para gerenciar talhões, planejar e documentar atividades de campo, além de permitir uma comunicação direta e segura, orientada por dados e com alto nível de confiabilidade e transparência”.

Leonardo Sologuren, presidente do CESB, destaca que esta solução é mais um exemplo de que o CESB não mede esforços para apoiar as boas práticas agrícolas, incentivando o equilíbrio entre os elevados índices produtivos e a sustentabilidade. “A consistente e sólida análise de dados é fundamental para superar as adversidades diárias do campo e também para preservar o ecossistema”, observa.

A última edição - Com mais de 5.400 inscrições, a 14ª Edição do Desafio, que contemplou os sojicultores vencedores da safra 21/22, introduziu uma série de novidades que, devido a grande aceitação do mercado e enorme sucesso, serão mantidas nesta nova Edição.

A primeira delas foi a criação da categoria regional Norte, fruto do desmembramento da Região Norte e Nordeste, para que cada região tenha o devido e merecido destaque no Desafio. Na última edição, os vencedores foram Bertão e Azevedo Produção Agrícola LTDA e o consultor, Murilo Olympik Bortoli Munarini, que obtiveram a importante marca de 90,34 sacas por hectare no Sítio Bom Futuro, em Castanheiras (RO).

A segunda novidade do Desafio do CESB foi o aumento do patamar de produtividade esperado para os participantes.

De acordo com Leonardo Sologuren, presidente do CESB, o Comitê elevou a tradicional “régua de produtividade” de 90sc/ha para 95sc/ha, devido ao elevado desempenho dos sojicultores. "Ao equilibrarem de uma forma sólida a produtividade com a defesa da sustentabilidade, os produtores rurais ampliaram os índices produtivos de uma forma impactante, o que ampliou o grau de competividade do Desafio. Para contar com auditoria oficial do CESB, o produtor precisa atingir pelo menos 95sc/ha".

Sologuren acrescenta que a última edição teve mais de 920 auditorias distribuídas nas diversas regiões do Brasil. "Esse número confirma que os sojicultores vêm entregando excelentes números, mesmo em uma safra com tantas adversidades, como escassez de chuva e pouco enchimento de grãos", observa.

Dra. Lorena Moura, Coordenadora Técnica e de Pesquisa do CESB, acrescenta que a auditoria utiliza rigorosos protocolos, o que confere total transparência ao Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja. "A cada ano, o CESB avalia a eficiência técnica do processo de auditagem da última safra a fim de melhorar o processo. A Somar tem uma grande experiência e eficiência em auditagem e no atendimento das solicitações dos produtores. Novas regras e possíveis mudanças no processo são compartilhadas em tempo hábil para que a equipe de auditores receba a devida capacitação".

Últimos Campeões - A última edição do Desafio teve como grandes campeões nacionais e vencedores da região Sudeste o produtor rural Matheus Leonel Nunes Alves, da Fazenda São João, de Pilar do Sul (SP), junto de seu consultor técnico, Rafael Antonio Campos de Oliveira, com uma produção sustentável e altamente estratégica de 126,85 sacas por hectare.

Do Rio Grande do Sul, mais precisamente da cidade de Arroio Grande, veio o campeão nacional da categoria irrigado. O produtor rural Eduardo Burck de Sousa Costa, seguido do consultor, Lucas Jackson de Souza, conquistaram o primeiro lugar na categoria, com 117,41 sacas por hectare.

Na categoria sequeiro, os vencedores da região Centro-Oeste, foram Rodolfo Paulo Schlatter (produtor) e Fabiano Müller, ambos da propriedade Fazenda RS, localizada em Chapadão do Céu (GO), com 117,14 sacas por hectare.

Os destaques da região Sul, na categoria sequeiro, ficaram para o produtor rural, Eder Leomar dos Santos e para o consultor, Francisco Giudice Azevedo, da propriedade Granja V.P.S, da cidade de Camaquã (RS), com 114,80 sacas por hectare.

Da região Nordeste, na categoria sequeiro, e, pela terceira vez campeões do CESB, o título voltou para as mãos do Grupo Gorgen e de seu consultor, Edinei Fugalli, com uma produção de 114,32 sacas por hectare, na Fazenda Barcelona, localizada em Riachão das Neves (BA).

Além do Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja, o CESB realiza diversas ações em prol do fortalecimento da sojicultura nacional. Entre as ações, destaque para o curso de pós-graduação EAD MTA Soja do Centro Universitário Integrado Campo Mourão, realizado em parceria com o CESB e com a Elevagro, com o intuito de promover conhecimento técnico de altíssimo nível, apresentando dados e estudos de produtividade obtidos pelo CESB, por meio de rigorosos protocolos e elevado nível de transparência.

Com professores largamente experientes, o curso tem uma grade curricular que propicia ampla gama de conhecimentos teóricos e práticos sobre toda a cadeia produtiva da soja. É ideal para que produtores novatos ou experientes mantenham-se atualizados das inovações no mercado e estejam mais preparados para os desafios do setor, aplicando as melhores práticas em suas produções.

O CESB é composto por 19 membros e 26 entidades patrocinadoras: AGROGALAXY, BASF, BAYER, SYNGENTA, JACTO, Atto Sementes, Brasmax, Corteva, Eurochem FTO, Ferticel, ICL, Koppert, Massey Ferguson, Mosaic, Stara, Stoller, Sumitomo Chemicals, Timac Agro, TMF, Ubyfol, UPL, Yara, Yoorin, Elevagro, IBRA e Somar Serviços Agro. Mais informações pelo telefone: (15) 3418.2021 ou pelo site www.cesbrasil.org.br

Serviço

15º Desafio Nacional de Máxima Produtividade da Soja – Safra 22/23

Organização: Comitê Estratégico Soja Brasil

Encerramento das Inscrições: 15 de fevereiro de 2023

Mais informações e Inscrições: www.cesbrasil.org.br e redes sociais oficiais do CESB.

Fonte: Ação Estratégica Comunicação

Portal do Agronegócio 07/02/2023

Compartilhe este conteúdo:

  Seja o primeiro a comentar!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Envie seu comentário preenchendo os campos abaixo

Nome
E-mail
Localização
Comentário

 

 

Booked.net
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sinop
Quarta-Feira, 29
booked.net
 
+30
°
C
+31°
+23°
Alta Floresta
Quarta-Feira, 29

 

Booked.net - book your hotel here
 
+25
°
C
+28°
+22°
Sorriso
Quarta-Feira, 29
Booked
 
+25
°
C
+28°
+22°
Lucas do Rio Verde
Quarta-Feira, 29

 

 

Saiba mais: https://www.cepea.esalq.usp.br/br